O que é mapeamento de fluxo de valor? Uma técnica lean para melhorar os processos de negócios

O VSM, na sigla em inglês, ajuda as empresas a eliminar redundâncias e desperdícios de processos, otimizando operações.


As empresas estão sempre procurando maneiras de operar ao estilo lean, reduzindo desperdícios e redundâncias nos processos de negócios em toda a organização. O mapeamento do fluxo de valor (Value Stream Mapping - VSM) teve início no setor industrial, mas provou ser tão útil na empresa quanto uma técnica de mapeamento visual para otimizar e melhorar sistemas e processos. 


Ao implementar técnicas de Mapeamento do Fluxo de Valor, as empresas podem eliminar desperdícios e redundâncias nos processos e aumentar o valor do cliente, fornecendo sistemas e produtos aprimorados. 


O que é VSM? 


O mapeamento do fluxo de valor é uma técnica de gerenciamento lean para analisar o fluxo de materiais, requisitos e dados associados a um determinado processo, sistema ou produto. O VSM requer forte comunicação e colaboração entre vários departamentos da organização.  


Para organizações que têm departamentos isolados ou separados, incentivar uma colaboração cruzada entre unidades de negócios pode ser um ajuste que vale a pena. 


A implementação do mapeamento do fluxo de valor pode consumir muito tempo, especialmente se você escolher um processo, produto ou sistema complexo para analisar. Quanto maior o projeto, mais pessoas e unidades de negócios estarão envolvidas - isso significa que você pode levar meses, ou até anos, para concluir e implementar sua estratégia de VSM.  



Processo de mapeamento do fluxo de valor 



Antes de iniciar a criação de um mapa do fluxo de valor, é necessário avaliar objetivamente os processos, produtos e sistemas de negócios da sua organização. Comece conversando com a liderança, chefes de departamento e outras partes interessadas importantes que podem lhe dar mais informações sobre o que pode ser melhorado. 


Você precisará ter experiência prática com o processo, produto ou sistema e ter outros funcionários para orientá-lo na parte deles. 


 É importante coletar o máximo de dados possível - por exemplo, qualquer ineficiência no processo, quantos funcionários estão envolvidos, quais recursos são usados e qualquer tempo de inatividade. Qualquer dado potencialmente relevante ou digno de nota é útil para aprimorar seu fluxograma final do VSM e obter insights sobre o que pode ser refinado ou aprimorado. 


Você criará dois fluxogramas VSM separados - um mapa do fluxo de valor do estado atual e um mapa do fluxo de valor do estado futuro. Seu estado atual no VSM será usado para estabelecer como o processo atualmente é executado e funciona nos negócios.  


É aqui que você demonstrará problemas, descobertas significativas e estabelecerá os principais requisitos. O estado futuro do VSM, por outro lado, concentra-se em como será o seu processo depois que sua organização concluir todas as melhorias necessárias. 




7 etapas de mapeamento do fluxo de valor 



Peter Hines e Nick Rich, do Lean Enterprise Research Center em Cardiff, Reino Unido, estabeleceram sete ferramentas de mapeamento de fluxo de valor em 1997 para ajudar as empresas a embarcar no VSM. Hines e Rich observam que o kit de ferramentas do VSM não deve ficar confinado a "nenhuma abordagem teórica específica".  


Cabe à sua organização decidir qual estrutura de gerenciamento Agile ou lean usar, mas os autores atestam que, seguindo estas sete etapas, você implementará o mapeamento do fluxo de valor juntamente com qualquer estrutura de gerenciamento de TI que você escolher.  


As estruturas de gerenciamento de TI lean e ágeis relevantes incluem Kaizen, Lean Six Sigma, Kanban ou Business Process Reengineering;



  1. Mapeamento de atividades do processo: estabeleça fluxos de processos, identifique desperdícios e redundâncias e analise o fluxo de trabalho e os processos de negócios.

  2. Matriz de resposta da cadeia de suprimentos: identifique quaisquer obstáculos no processo usando um diagrama simples. 

  3. Funil de variedade de produção: consulte outros concorrentes e indústrias para ver quais soluções eles descobriram para problemas semelhantes. 

  4. Forrester effect mapping [Mapa de Efeito Forrester]: crie gráficos de linhas que ilustram a demanda do cliente em relação à produção para visualizar a oferta, a demanda e possíveis atrasos. 

  5. Quality filter mapping [Mapeamento do filtro de qualidade]: identifique quaisquer defeitos ou problemas na cadeia de suprimentos. 

  6. Análise do ponto de decisão: determine a demanda push-and-pull na cadeia de suprimentos, um processo para determinar as ordens de produção com base no estoque ou na demanda do cliente. 

  7. Physical structure mapping [Mapeamento da estrutura física]: uma visão geral de cima para baixo da aparência da cadeia de suprimentos no nível do setor. 



Software de mapeamento de fluxo de valor 



Você não precisa necessariamente de ferramentas ou software avançados para criar um fluxograma do VSM, pois é possível mapear um facilmente em um quadro branco.


Porém, a criação de um mapa do fluxo de valor pode ser um processo longo, envolvendo vários departamentos e várias partes interessadas importantes; portanto, convém investir em um software projetado para facilitar o processo. 


O software VSM pode ajudá-lo a criar fluxogramas, manter todos informados e oferecer recursos de colaboração e visualização que facilitam a permanência de todos na tarefa. Você também pode encontrar modelos de mapeamento de fluxo de valor on-line que podem ajudá-lo a começar a mapear seus processos de negócios. 


Aqui estão algumas ferramentas populares do software VSM para ajudar você a começar: 


  •  Smartdraw 

  • Microsoft Visio 

  • Tableau 

  • LucidChart 

  • Visual Paradigm Online 

  • Creately 

  • eVSM Software 

  • Edraw 



Treinamento e certificação de mapeamento do fluxo de valor 


Se você quiser aprender mais sobre o VSM e como criar um mapa do fluxo de valor ou implementar o processo em sua empresa, poderá encontrar muitos cursos e programas de treinamento sobre o assunto. 


 A maioria é oferecida on-line e você pode encontrar alguns que são específicos para estruturas de gerenciamento lean ou ágeis relevantes, como o Six Sigma. 


Fonte: CIO

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square