Novo normal, nova pressão: as cinco áreas de impacto da automação

Automação é uma maneira eficaz para empresas reabrirem com segurança e colocar as operações vitais de volta aos trilhos o mais rápido possível



À medida que as empresas antecipam sua retomada mediante a grave crise provocada pelo coronavírus (COVID-19), os executivos precisam de novas maneiras de voltar aos trilhos - e rapidamente. De repente, parece que quase todas as partes de seus negócios precisam de muita atenção. Isso inclui iniciar os esforços de geração de receita, controlar custos inflacionados, liberar recursos sobrecarregados, resolver problemas da cadeia de suprimentos e desenvolver novos processos e operações para atender clientes e parceiros.


Embora muitas empresas tenham enfrentado esses mesmos problemas antes do COVID-19, agora precisam resolver esses desafios mais rapidamente - exponencialmente mais rápido - do que nunca.


“Se o ritmo do mundo pré-coronavírus já era rápido, o luxo do tempo agora parece ter desaparecido completamente”, conforme artigo recente da McKinsey Digital.


A automação pode ajudar - estamos hoje situados em algum lugar entre o modo de emergência COVID-19 (onde todos fizemos o possível para preservar as receitas, oferecer as melhores experiências dos clientes e gerenciar uma força de trabalho recém-remota) e o próximo 'novo normal', onde a corrida é para entregar resultados digitais para todas as partes da organização.


A Automação Robótica de Processos (RPA) pode - e irá - desempenhar um papel significativo na recuperação.


Acreditamos que a automação deverá impactar pelo menos cinco principais áreas e os líderes empresariais devem focar seus esforços nelas para obter o máximo de retorno. São elas:



Menos trabalhadores


Automatizar tarefas e processos demorados é uma maneira comprovada de reduzir custos e proporcionar economia baseada em funcionários. No entanto, à medida que emergimos da atual crise da COVID-19, o RPA é capaz de ajudar os funcionários a se qualificarem ou aumentarem o seu desempenho em trabalhos de maior valor.


Estamos todos familiarizados com o equívoco anterior de que os robôs substituiriam trabalhadores humanos. Isso não apenas não é verdade, como a automação agora é capaz de salvar e até criar empregos, especialmente quando é a diferença vital em ajudar as empresas a reabrir. Por exemplo, uma empresa de fabricação de eletrônicos já reiniciou o trabalho nas fábricas, automatizando os processos de envio e relatório de equipamentos de proteção individual (EPI) - um esforço crítico para salvar tarefas e gerar receita novamente.



Recursos em escala


O poder da automação pode expandir o acesso a um recurso específico, oferecendo novos benefícios em toda a organização.


Considere o exemplo de uma automação que ajudou uma empresa de serviços financeiros a lidar com o aumento nas solicitações de retenção de hipotecas. Ao disponibilizar isso em toda a organização, a empresa conseguiu otimizar processos e aprimorar a experiência do cliente durante um período difícil.



Mais velocidade


Pode parecer óbvio que a automação de tarefas demoradas permita que o trabalho seja concluído mais rapidamente do que nunca e leve a produtividade a novos patamares. Tudo verdade, mas agora a automação é uma vantagem crítica, especialmente porque representa uma enorme oportunidade para obter mais eficiência, reduzir custos e aumentar a vantagem competitiva geral da empresa.


Uma empresa de serviços financeiros listada na Fortune 50 automatizou os esforços de investigação relacionados a transações de cartão de débito recusadas. Esse banco economizou 30 segundos por chamada - uma conquista significativa, pois a empresa recebe quase 10 milhões de chamadas por ano.



Mais qualidade


As empresas podem confiar na automação para obter resultados de qualidade muito mais alta do que seria possível sem ela.


Isso é especialmente verdadeiro nos departamentos de contabilidade, contas a pagar, finanças e folha de pagamento, onde os robôs de software podem realizar reconciliações de contas, gerar e validar faturas, sinalizar erros e omissões no quadro de horários e muito mais. A precisão aumenta, os erros diminuem e toda a organização é liberada para se concentrar em outras tarefas mais importantes quando as organizações implementam o RPA.



Novos recursos


Essa área tem o potencial de oferecer o máximo de benefícios à organização. As empresas podem usar a automação para desenvolver novos algoritmos inovadores e criar novas tarefas, processos ou operações nas quais nenhum funcionário pode se concentrar hoje.


Isso pode ser crucial na crise da COVID-19. Por exemplo, um grande varejista abriu com sucesso lojas e franquias mais rapidamente do que o previsto, desenvolvendo uma automação que gerenciava exames diários de saúde, rastreamento de bem-estar e garantia para os funcionários. Isso não apenas salvou os empregos, mas também ajudou o varejista a se conectar com os clientes de diferentes maneiras e criar novas experiências para gerar lealdade a longo prazo.


Infelizmente, todos estamos enfrentando o mesmo desafio: como reabrir com segurança e colocar as operações comerciais vitais de volta aos trilhos o mais rápido possível. A automação é uma maneira eficaz de atingir esses objetivos, e a compreensão das cinco áreas principais de impacto pode fornecer aos líderes de negócios ferramentas e insights importantes para desenvolver as estratégias e soluções digitais mais adequadas a cada negócio.



*Chet Chambers é vice-presidente e evangelista-chefe para as Américas na UiPath. Antes de ingressar na UiPath, foi diretor sênior de inovação da HP e diretor na Vizient


Fonte: CIO

14 visualizações